Análise Terraria

O que acontece quando você mistura cubos e dinheiro? Minecraft. Com o sucesso estrondoso e viral de Minecraft, era inevitável que clones surgiriam por aí. Terraria não chega a ser um clone, mas incorpora elementos de construção com blocos em um mundo 2D com um foco maior num rico sistema de exploração. O resultado é um jogo bastante viciante.

Terraria não tem uma história, é um jogo de exploração. Você gera seu herói com as opções dadas pelo jogo, é jogado em um estágio aleatóriamente gerado e pronto. Faz o que você quiser. Mas hein? E agora?

Esse é um dos problema de Terraria, você não recebe muito direcionamento no começo e se sente um pouco perdido. Inicialmente tudo que você tem é uma picareta, um machado e sua espada. Quando o jogo começa a fazer sentido você percebe que é tudo que você precisa pra uma miríade de ações. Corte madeira pra fazer uma mesa de trabalho e fazer utensílios mais sofisticados. Mate monstros pra extrair o óleo deles e fazer tochas. Cave, cave e cave mais fundo procurando por minérios e itens raros enquanto derrota criaturas cada vez mais difíceis, enfrente as terras corrompidas por pragas demoníacas. Crie escadarias pra explorar o céu. Seus inimigos em Terraria vão de bolas de gosma azuis a serpentes devoradoras de almas. E o jogo promete melhorias com os updates que estão por vir.

Terraria é um jogo que se você começar a jogar é difícil parar, o recurso online contribui pra isso. Com um cooperativo de até 4 jogadores você se ve chamando seus amigos pra ajudar você a enfrentar aquele olho gigante que fica voando em cima de você em noites mais perigosas. Aproveita pra mostrar pra eles a casa em forma de pênis que você construiu.

Terraria é a prova viva de que gráficos retrô ainda dão certo se forem usados corretamente, infelizmente nem por isso Terraria excede expectativas. O visual Super Nintendo do jogo talvez não agrade a todos, e mesmo agradando ele é limitado de certa forma. A criação de personagem não é tão rica quanto poderia ser e os personagens acabam se tornando um tanto semelhantes. Levando em conta que os NPCs do jogo são mais diferenciados é possível que um update futuro aumente o leque de possibilidades de customização, mas enquanto isso não for realidade os jogadores de Terraria ainda continuarão essencialmente iguais.

Dito isso, os cenários de Terraria são bonitos e mudam constantemente com fatores externos. Por fatores externos inclua dinamites que você pode jogar num amontoado de arvores. Desmatamento é divertido.

A parte sonora do jogo ainda precisa de um certo polimento. O personagem so se comunica por grunhidos estranhos e graves e a trilha sonora uma hora enche o saco, é inevitável deixar o volume da música no mudo eventualmente pra poder jogar ouvindo um techno boladão feroz. Mas nem todos compositores de jogos independentes são como o Danny B (procurem no google por db soundworks)

Por fim, Terraria é um jogo rico em jogabilidade e extremamente promissor. Vai caber agora a boa vontade dos desenvolvedores o que o jogo vai se tornar. Com sorte podemos ter algo tão explosivo e viral quanto Minecraft. Com sorte.

O Bom

  • Exploração robusta
  • Gráficos retrô dão um charme
  • Itens únicos tem efeitos muito divertidos
  • Modo coop

O Ruim

  • Alguns modelos de personagens são repetitivos
  • Trilha sonora tediosa

Fonte: 4Player

Sobre meiokilobr

GamePlay e montagens de jogos

Publicado em 20/07/2011, em Noticias e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: