Steve Jobs: Vejam quais foram as quatro heranças deixadas ao mundo dos games

A notícia da morte de Steve Jobs foi recebida com grande tristeza em todo o mundo. Durante a noite de ontem, o assunto principal foi o falecimento de um dos nomes mais importantes do mundo moderno. Pessoas e empresas se mobilizaram para prestar a última homenagem ao co-fundador da Apple, que certamente deixou sua marca no setor tecnológico.

Mas o legado de Jobs é maior do que se parece à primeira vista. Alem de computadores e gadgets, sua influência também se estendeu ao mundo dos games durante a sua carreira. Descubra agora quais foram as influências de Jobs na indústria dos games, tanto direta quanto indiretamente.

O Breakout

Breakout é um jogo de arcade que foi desenvolvido pela Atari em 1976, cujo objetivo do jogador era destruir uma camada de blocos alinhados no topo da tela. Controlando uma plataforma, o jogador não podia deixar a bola cair no buraco na parte de baixo. Esse conceito deve ser familiar para muita gente que já jogou algo parecido, eSteve Jobs foi contratado pela empresa Alcom para desenvolver um protótpo desse jogo.

Posteriormente, o conceito de Breakout serveria de base para vários outros jogos, livros e também o computador Apple II. Mas o mundo dos games tem mais razões para comemorar a vida e o trabalho de Steve Jobs, como é o caso do…

Macintosh

Você provavelmente está lendo esse texto enquanto está sentado na frente de seu computador. O mesmo computador que você já gastou centenas de horas com pesquisas na internet, vendo vídeos e jogando alguma coisa nele. Pois bem, todo esse computador, o monitor e seu gabinete, estâo ai na sua frente graças a Steve Jobs e a Apple.

Você nunca usou um computador da Apple? Nâo faz diferença, já que foi o lançamento doMacintosh em 1984 que incentivou o lançamento do personal computer (PC) no resto do mundo. Sem falar que o Macintosh foi o primeiro computador a exibir não apenas comandos de texto, mas uma interface gráfica completa e um negócio bem interessante, chamado “mouse”, que dispensa comentários sobre a sua utilidade.

O que seria dos jogos para PC sem um mouse? Mesmo que a Apple nâo tenha influência direta na indústria dos games, muitas das coisas que utilizamos diariamente para nos manter informados e nos divertir, surgiram pela primeira vez graças à Apple, e claro, ao homem que colocou essa idéia em prática.

O iTunes

O iTunes também deu um grande exemplo para a indústria de entretenimento eletrônico. Quando pensamos nesse nome, imediatamente lembramos das várias músicas que podemos adquirir por esse serviço, e é exatamente esse o exemplo que o iTunes deu: a regularizaçâo da distribuiçâo digital.

Em um mundo onde o valor de uma música cai rapidamente graças à pirataria, o modelo de negócio do iTunes ajudou a equilibrar essa situaçâo, e a mostrar que até pela distribuiçâo digital de arquivos, é possível gerar um lucro para as empresas detentoras dos direitos de algum trabalho.

No mundo dos games, a venda com distribuçâo digital é praticada por alguns serviços que utilizam o mesmo conceito, como o Steam, o Direct2Drive, o OnLive e vários outros que vâo aparecendo no mercado. A distribuiçâo digital também tem seu lado negativo, como a reduçâo de receita das lojas físicas, mas essa é uma tendência que crece cada vez mais, é o progresso da indústria do entretenimento, que já tem um lugar garantido na preferência dos consumidores.

O iPhone

Houve um tempo em que os jogos para dispositivos móveis eram formados por simples pixels, o famoso jogo da “cobra procurando por comida”, por exemplo. Hoje em dia, vemos títulos de sucesso como Angry Birds, e títulos que saem nos consoles caseiros e nos dispositivos móveis. O iPhone foi o primeiro dispositivo poderoso o bastante para suportar jogos de alta qualidade, com uma interface inovadora e super fácil de usar.

Essas ferramentas serviram de inspiração para muitos desenvolvedores de jogos, de estúdios grandes e pequenos, a melhorar a experiência de jogo ao usuário final. Claro, nâo podemos nos esquecer dos “parentes” mais próximos do iPhone, como o iPod e o iPad, que seguem um conceito semelhante, que só agrega ainda mais valor à indústria de jogos como um todo, mostrando que a criatividade de fato nâo tem limites.

Conclusâo

Quando falamos de tecnologia, sempre existe uma influência do trabalho de Steve Jobs. Seja na criaçâo e popularizaçâo do computador pessoal, a utilizaçâo de um cursor na tela para clicar em alguma coisa, a popularizaçâo dos jogos em dispositivos móveis e várias outras coisas nâo relacionadas apenas a jogos eletrônicos. De fato, o fruto do trabalho de Jobs é algo que não pode ser ignorado. Ele pode não ter sido um desenvolvedor de jogos de sucesso, mas seu sucesso é incontestável na indústria de games que conhecemos hoje.

Fonte: Techtudo

Sobre meiokilobr

GamePlay e montagens de jogos

Publicado em 07/10/2011, em Noticias e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Obrigado Steve Jobs !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: